English中文DeutschEspañolFrançaisItaliano日本語한국어ру́сскийNederlands

Muitos sites por aí oferecem conselhos aos anfitriões do Airbnb. No entanto, aqui dentro do Airbnb nós sabemos a verdade: os verdadeiros especialistas em hospedagem — aqueles com as melhores dicas sobre como proporcionar uma experiência incrível aos hóspedes, navegar pelo nosso site e curtir todo o processo — são os próprios anfitriões. 78% das pessoas que compartilham suas casas, apartamentos, casas de campo e cabanas no Airbnb têm uma avaliação média de 4,5 estrelas ou mais. Podemos aprender muito uns com os outros, então reunimos nossas cinco dicas favoritas dos melhores anfitriões do Airbnb, todas com o objetivo de ajudar você a conseguir aquelas 5 estrelas todas as vezes.

1. Atualize seu anúncio

Uma boa parte de ser um bom anfitrião envolve empatia, ou seja, colocar-se no lugar dos seus hóspedes em potencial. Quando os hóspedes procuram por um lugar para ficar no Airbnb, eles dependem das descrições e fotos que você coloca no seu anúncio para ajudá-los a decidir se o seu espaço combina com as necessidades deles. Inclua todas as informações relevantes e não se esqueça de que os hóspedes podem avaliar a precisão das informações fornecidas depois da estadia.  

“É importante ser muito sincero no anúncio,” diz Tim, um Superhost que compartilha um apartamento rural próximo à sua casa. “Meu espaço está anunciado como um refúgio rústico, portanto só recebo hóspedes que buscam isso. Na verdade, eu até exagero as dificuldades do lugar para que ninguém seja surpreendido ao chegar aqui. Por conta disso, recebo pessoas que estão em busca de uma experiência fora do comum.”

Joy, que anuncia seu apartamento studio, concorda: “A maior conveniência do meu espaço provavelmente é a sua localização no coração da cidade, mas se você não quiser se expor ao barulho ou agito da cidade, ele provavelmente não é o espaço ideal para você.”

2. Deixe o seu espaço brilhando

Recepcionar os viajantes com um espaço limpo e organizado os ajuda a sentirem-se em casa — além de ser algo que eles já esperam ao viajar no Airbnb. Um espaço limpo pode melhorar suas avaliações e também aumentar suas reservas.

“Se fôssemos nós, gostaríamos de entrar em um espaço limpo,” diz Suzie, “portanto fazemos questão de sempre dedicar a mesma energia para deixar o nosso espaço tão bom quanto a última vez”.

“Quando não estou aqui para fazer a limpeza,” diz Joy, “eu contrato um serviço de limpeza terceirizado e incluo uma taxa de limpeza no meu anúncio. Basta você explicar em detalhes como deve ser a limpeza. Eles trocam os lençóis, limpam os pisos, as janelas e principalmente o banheiro, e no final deixam toalhas fresquinhas.”

3. Comunique-se com antecedência e sempre que necessário

Não há nada pior do que ficar aguardando por uma ligação ou conferindo seu email constantemente à espera de uma resposta. Vale reforçar a lei de ouro da hospedagem: trate seus hóspedes como gostaria de ser tratado. Responda aos pedidos de reserva rapidamente e faça o possível para facilitar a chegada deles. Se a sua taxa de resposta ficar muito baixa, a colocação do seu anúncio nas buscas pode ser afetada e você pode até sofrer penalidades.

Antes da viagem, Gregg explica com muita clareza aos seus hóspedes como chegar ao seu espaço. “Eu me imagino passando 9 horas dentro de um avião, sabe? Então a minha estratégia é ter um documento do Word que eu literalmente copio e colo para explicar exatamente o que eles precisam fazer,” ele diz. “Eu entro nos mínimos detalhes.”

“Uma das minhas regras principais é responder o quanto antes, porque todo mundo está tentando reservar uma viagem,” diz Abhay. “Alguns fazem isso de última hora, aí é do seu interesse responder rapidamente. Eu tento oferecer a experiência que eu gostaria de ter ao viajar. Em relação à comunicação, eu tento responder imediatamente fornecendo todas as respostas às suas dúvidas. Sou sempre muito sincero.”

4. Crie memórias

Ao hospedar no Airbnb você tem a chance de compartilhar as melhores coisas do lugar onde mora. Você pode indicar os Guias da Cidade aos seus hóspedes, os quais estão cheios de sugestões de outros anfitriões do Airbnb em sua região, ou então recomendar a eles seus cafés, lojas e restaurantes favoritos do bairro. Alguns anfitriões oferecem até iguarias locais como café ou chá. Toques atenciosos como esses podem fazer muita diferença para ajudar seu hóspede a vivenciar tudo o que sua cidade tem a oferecer.

“Eu recomendo os lugares onde nós gostamos de tomar café da manhã, caminhar, tirar fotos, ou conto episódios históricos,” diz Natasha. “É gostoso ver as pessoas ganhando uma nova perspectiva sobre a vida. É uma experiência muito enriquecedora.”

“Quando eu fiquei em um Airbnb em Portland,” diz Joy, “foi maravilhoso ver todas aquelas iguarias locais. Aquilo me deu vontade de fazer o mesmo com o meu Airbnb. Eu tenho alguns amigos que são donos de estabelecimentos locais por aqui, então às vezes também consigo incluir alguns mimos deles.”

5. Mantenha-se inspirado

As pessoas começam a hospedar no Airbnb pelos mais diversos motivos — alguns para pagar as contas, outros porque simplesmente queriam ver como era. Porém, muitos anfitriões nos contam que o que os mantêm motivados para seguir em frente e fornecer uma hospitalidade incrível são as pessoas novas que eles conhecem e as conexões que eles estabelecem. Todo hóspede que você recebe e toda viagem que você hospeda representa uma oportunidade de celebrar sua cidade, ampliar seu círculo de amizades e descobrir o prazer de hospedar.

“Acho que minha maior surpresa foi descobrir que existem tantas pessoas incríveis,” diz Beverlee, que é anfitriã junto com sua parceira, Suzie. “E a interação que você tem com eles pode ser mais simples ou mais profunda, a escolha é sua. Tem sido uma experiência enriquecedora para as nossas vidas.”

“A renda adicional é importante,” diz Tim, “mas existe outro benefício. O Airbnb trouxe o mundo para dentro da minha casa. Sento com meus hóspedes na varanda enquanto eles descrevem suas vidas.”

“Quando eu era criança, nós éramos a única família asiática em meu bairro,” diz Joy. “Meus pais cozinhavam comida oriental para as crianças que não conheciam aquelas coisas muito bem. Então poder hospedar e compartilhar quem eu sou, mostrar a minha cultura, é um imenso prazer. É uma experiência muito pessoal para mim.”

Quer mais dicas? Confira nossos Kits de Ferramentas do Anfitrião, uma série interativa de dicas, ideias e entrevistas com anfitriões excelentes.